15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.redhotchilipeppers.com.br 300 true 0
theme-sticky-logo-alt

Chad Smith explora improvisos e títulos estranhos em projeto paralelo

Para Chad Smith, a melhor parte em ter uma banda instrumental – nesse caso, os Bombastic Meatbats -, é poder criar estranhos nomes de músicas, como “Oops, I Spilled My Beer”, “Pig’s Feat”, “Lobster Legs” e “Into the Floyd”.

“As músicas contém brincadeiras internas, é desse jeito que a banda funciona”, o baterista dos Red Hot Chili Peppers diz à Billboard.com.

“Todos na banda tem apelidos, assim como nossa equipe. Então nos divertimos com os nomes das músicas. Essa é a personalidade da banda”.

O terceiro álbum dos Meatbats, “Live Meat and Potatos”, foi gravado ao vivo em 2009, no club “Baked Potato”, em West Hollywood, que é quase uma casa para o quarteto. É um álbum duplo, com 15 músicas, incluindo uma versão funkeada para a música “Moby Dick”, do Led Zeppelin.

“Nascemos de uma banda ao vivo”, diz Smith, que começou o Meatbats depois que ele, o guitarrista Jeff Kollman e o tecladista Ed Roth apoiaram Glenn Hughes em alguns projetos solos (Kevin Chown assumiu o baixo depois).

“Esse é o nosso ponto de partida, por assim dizer. Tocar ao vivo é o melhor jeito de mostrar como somos. Não somos uma banda de jazz. Temos músicas estruturadas, mas nessas estruturas existem espaços para improvisações. Alongamos as músicas, ouvimos uns aos outros, tocamos uns com os outros e temos pequenas conversas musicais. Esse é o nosso jeito. Esse é o Meatbats”.

Smith reconhece que a banda teve que fazer alguns cortes, para acomodar as músicas em dois discos. Isso significa que não terá nenhuma versão do grande hit “Shag”, que tocou em várias rádios de jazz e foi trilha sonora da série televisiva “Covert Affairs”.

“Tocamos Shag e algumas outras músicas sempre, mas elas não entraram por alguma razão”, Smith diz. “Foram duas noites, mas a maioria é da primeira noite. Não há “Kiss Alive”, não há overdubs. É somente nós tocando, é cru. É um documento muito bom sobre o que nós fazemos, e o que nós somos”.

Os Meatbats planejam celebrar o lançamento do álbum com um ou dois shows pelos dias 11 e 12 de agosto, quando os Chili Peppers tocam no Staples Center, em Los Angeles. Enquanto isso, Smith – cuja esposa, Nancy, está esperando o terceiro filho do casal -, diz que o próximo projeto da banda está em espera, dependendo dos outros vários compromissos dos membros.

“Todo mundo faz coisas diferentes, e claro, eu estou ocupado com os Chili Peppers”, ele diz. “Minha agenda é bem louca. Quando estivermos no mesmo lugar e na mesma hora, que provavelmente será ano que vem, iremos nos reunir novamente. Eu gostaria de chegar com algumas músicas novas. Tocar é divertido, mas acho que provavelmente vamos nos reunir e escrever coisas novas, também”.

Os Chili Peppers estão em turnê pela Europa até o final de julho, e depois retornarão aos Estados Unidos para o festival Lollapalooza no dia 4 de agosto, em Chicago, e para shows em Los Angeles e Oakland, antes de voltarem para a Europa.

A outra parte da turnê americana começa dia 23 de setembro, e termina dia 14 de outubro no festival Austin City Limits. A banda também irá lançar b-sides das sessões do álbum “I’m With You”, começando no dia 14 de agosto com “Strange Man/ Long Progression”.

Créditos: Billboard
Tradução: Amanda Olivieri

 

Previous Post
Baixe “Helen Burns”, o EP solo do baixista Flea.
Next Post
Red Hot Chili Peppers protestam contra prisão da banda Pussy Riot

0 Comments

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.