Tag Archives: danger mouse

Chad Smith fala sobre Frusciante, Klinghoffer e o The Getaway

Em entrevista recente a Rolling Stone, Chad Smith fala sobre John Frusciante, Will Farrell e o processo de gravação do novo álbum, “The Getaway”.

720x405-GettyImages-477363886

Quando Chad Smith entrou para o Red Hot Chili Peppers em 1988, ele tinha poucas razões para achar que aquilo duraria muito.  O grupo tinha passado por três bateristas nos últimos cinco anos, e o guitarrista Hillel Slovak tinha morrido meses antes. “Lembro-me bem que logo que eu entrei, fizemos uma sessão de fotos para Spin ou algo assim”, Smith diz à Rolling Stone. “Eu estava de pé em uma rocha em algum lugar em Malibu com uma meia no meu pau e perguntava a mim mesmo quando tempo aquilo ia durar. Não tinha certeza do que era aquilo, mas era algo a fazer naquele momento”.

28 anos depois, o grupo está ainda mais forte. Na sexta-feira, eles lançaram o novo álbum, “The Getaway”.  Nós conversamos com Smith sobre o novo LP, sobre a turnê mundial do RHCP, como andam as coisas no Chickenfoot e sobre sua nova parceria de comédia com o seu sósia, Will Ferrell. Continue lendo…

RHCP fez uma música dedicada a Robin Williams

Recentemente, Anthony Kiedis conversou com a Vanity Fair Itália.

A parte mais interessante da entrevista foi sobre as canções que ficaram de fora do álbum The Getaway. Anthony explica que uma das músicas foi inspirada na morte de Robin Williams (o ator cometeu um suicídio em 2014, vítima de depressão profunda).

rhcprobinwilliams

Antes de entrar em detalhes, ele explica como foi difícil desapegar-se das músicas que ficaram de fora do álbum: Continue lendo…

Mike McCready entrevista os RHCP (ENTREVISTA COMPLETA!)

A entrevista que vocês estão prestes a ler, foi gravada durante a passagem dos Peppers (24 de Abril) pelo New Orleans Jazz Festival, que aconteceu do dia 22 de Abril ao dia 1º de Maio de 2016. Mike McCready (guitarrista da banda Pearl Jam) entrevistou Flea, Josh e Chad para o Pearl Jam Radio, canal da emissora de rádio Sirius XM.

O texto da entrevista foi transcrito, traduzido e adaptado por Ana Beatriz Barata exclusivamente para o RHCP Brasil.

Extraímos toda a conversa do vídeo abaixo de forma explicativa para facilitar a leitura e compreensão de todos.

Confiram!

McCready entrevistou os três separadamente, dividindo a entrevista em três blocos. O primeiro foi Flea. McCready perguntou a ele sobre suas primeiras memórias musicais. Flea disse que tinha algumas memórias “falsas”, pois quando era pequeno algumas crianças o enganaram querendo mostrar que tocavam instrumentos, mas estavam apenas brincando com vassouras e tampas de lixeiras, com um rádio tocando ao fundo. Sua primeira memória musical de fato tem relação com seu padrasto. Seus pais se separaram quando ele era bem jovem e eles haviam se mudado da Austrália para os EUA (o pai de Flea era um funcionário do consulado australiano e, nas palavras dele, “um cara quadrado”). Sua mãe se casou novamente com um músico de jazz que morava no porão da casa dos pais e logo ele, seus irmãos e sua mãe estavam morando lá também. Eventualmente, eles se mudaram para uma casa própria e o padrasto de Flea recebia vários de seus amigos (também músicos de jazz) com todo tipo de instrumentos e ele diz que tinha 7 anos na época e ficou fascinado por isso.  Segundo ele, “chegou a um estado de iluminação”. Flea começou a tocar bateria aos 9 anos, aos 12 começou a tocar trompete e sua intenção era se tornar um músico de Jazz. Apenas no segundo ano do ensino médio ele começou a tocar contrabaixo, quando conheceu Jack Irons, Hillel Slovak e Alain Johannes, que tinham uma banda chamada “Anthym”, e não gostavam do baixista, então pediram a Flea para aprender a tocar. Duas semanas depois, ele estava no palco com a banda, sempre tocou com pizzicato e não com palheta.

Continue lendo…