Entrevista com Blackie Dammet – 2005

Grande entrevista feita com Blackie Dammet em 29 de Setembro de 2005.

Blackie foi muito atencioso com o site e respondeu a todas as perguntas que foram elaboradas após idéias sugeridas pelo Fórum do RHCP mais popular do Brasil.

Por: Membros do Fórum RHCP Brasil

—————————————————

RHCP Brasil: Você já se aposentou da presidência do fã clube certo? Por acaso você continuará respondendo os B-Mails ou mantendo contato com os fãs por algum outro modo?
Blackie Dammet: Isso caberá a Ultrastar decidir o que eles querem que eu faça e qual compensação será.

RHCP BR: Deixando de lado o fato de que você é pai de Anthony, foi bom trabalhar com a banda ao longo desses anos como presidente do fã-clube?
BD: Com certeza, foram 22 anos ao lado da banda, mas somente 12 anos como presidente do fã clube e também do website (que eu iniciei).

RHCP BR – Do que você irá sentir mais falta deixando o fã clube?
BD: Todos amigos que eu fiz e todos amigos que eu teria encontrado.

RHCP BR – Quais são seus planos agora? Você pensa em voltar para carreira Hollywoodiana como ator ou até mesmo diretor?
BD: Eu devo fazer algumas atuações sim, mas por enquanto estou apenas amadurecendo a idéia.

RHCP BR – Se sim, já existe algum filme na mira?
BD: Ainda não

RHCP BR – Se seu filho, James, ou qualquer outra pessoa jovem fosse começar uma carreira de ator hoje em dia, qual conselho você daria? Existe alguma diferença na carreira de hoje e o de 20 anos atrás?
BD: Ainda requer certo talento e não é fácil ensinar isso — o bom é nascer com o dom e/ou ter perseverança, não desistir.

RHCP BR – Naquele tempo, você estudou bastante pra ser um ator ou você foi mais porque tinha amor pela profissão? (ou gostaria de traçar algumas garotas? (risos))
BD: Eu sempre tive interesse em atuar desde quando eu era garoto. Eu estudei com ótimos professores incluindo a famosa professora Lee Strasberg que foi professora de James Dean, Marlon Brando, Marilyn Monroe e muitos outros.

RHCP BR – Aproveitando, quanto a mulheres!… Você tem idéia de quantas mulheres você traçou? Não que eu queira comparar com Gene Simmons do Kiss claro…(risos)
BD: Não lembro. Centenas delas no mínimo (risos)

RHCP BR – Alguma delas foi Brasileira?
BD: Não me lembro se alguma das minhas garotas fosse Brasileira — pelo menos nenhuma das que eu me lembre não era.

RHCP BR – Apropósito, você já visitou o Brasil alguma vez? Porque você não vem com a banda da próxima vez?
BD: Ainda não estive no Brasil infelizmente, quem sabe…

RHCP BR – Agora um pouco sobre o novo cd dos Peppers, você sabe se há possibilidade das músicas novas do álbum “Live In Hyde Park” fazer parte do novo álbum?
BD: Eu não acho–porque eles estão com umas 35 músicas novas e estão trabalhando nelas para pegar as 14 ou melhores para o próximo álbum

RHCP BR – E qual as expectativas para o próximo álbum? Pelos sons que você andou ouvindo, você acha que poderá superar o recorde de vendas mundial de Californication?
BD: Yeah! Californication é a maior venda que gira em torno de 15 milhões de cópias eu acho (BSSM vem em seguida acho) eu tenho escutado partes “cruas” (demos) digamos assim–20 ou mais músicas, mas Anthony sempre me lembra de que essas músicas estarão muito diferentes quando eles finalizarem por completo.

RHCP BR – Você comentou num dos b-mails que o próximo álbum será algo mais “Old School” ou seja, voltando as origens. Isto se deve há alguma influencia musical mesmo ou foi uma escolha espontânea?
BD: Bom, ele tem bastante levadas funky e John disse que ele será mais “pesado” — mas denovo volto a dizer que ele ainda tem que ser mixado e o produtor Rick Rubin poderá influenciar no resultado final.

RHCP BR – Voce prefere um RHCP a moda antiga ou qual tipo? Qual seu CD preferido?
BD: Eu adoro balada e músicas românticas então acho Californication e By The Way melhor.

RHCP BR – Qual tipo de musica você costuma ouvir quando esta sozinho?
BD: U2, Dylan, Fleetwood Mac, The Eagles, Beatles, Trisha Yearwood, Shelby Lynne, Lucinda Williams, Patty Loveless, Patsy Cline, Sinead O’conner. Eu gusto do novo álbum dos Stones (e dos antigos também), Dwight Yoakum, Springsteen, White Stripes, Mazzy Star, Tift Merritt. Eu procuro por sons que tem um algo que gruda, um tipo de levada que geralmente tem em todos álbuns-tipo boulevard of broken dreams do green day. Hum country music é mais românticos então eu encontro muitas de minhas musicas lá. Rap têm pouquíssimas (na realidade nenhuma) exceto uma musica de Kanye West que eu gosto. Eu amo musica típica Irlandesa, porém prefiro com voz feminina a masculina.

RHCP BR – Há alguma banda nova que você está ouvindo ultimamente e está curtindo?
BD: Eu gosto de uma banda punk rock Irlandês chamada Flogging Mary.

RHCP BR – O que você acha sobre Scar Tissue? Era tudo que você esperava ler mesmo?
BD: Eu gostei muito. Minha única queixa é que tinha bastantes drogas, drogas e drogas no meio.

RHCP BR – Mudando totalmente de assunto, devido aos ocorridos no EUA o que você pensa sobre o governo atual do pais? E como que você imagina ou desejaria para o mundo daqui a 20 anos?
BD: Não gosto do Bush (quem gosta?) nem dos neoconservadores. Mas também não me iludo com os democratas. Torceria para um novo partido emergir, um dia desses, que combinasse bom senso e compaixão

RHCP BR – Quando AK era criança, você imaginou que ele poderia vir se tornar uma estrela?
BD: Sim… Lógico (risos)

RHCP BR – O que você pensa da fama em geral?
BD: Não tenho mais, mas quando era jovem sempre a persegui

RHCP BR – Você tem desejo de ser avô? ou você se sente jovem pra isso ainda? :-)
BD: Tenho sim

RHCP BR – Anthony Kiedis toca algum tipo de instrumento em casa?
BD: Não, nenhum

RHCP BR – Alguma vez você achou que a banda poderia terminar?
BD: Hum…. talvez quando Hillel morreu…

RHCP BR – Quando John deixou a banda em 92, você achou que ele errou e que deveria voltar? Ou até mesmo imaginou que um dia ele poderia voltar? Qual foi sua reação quando ele voltou ao grupo limpo?
BD: John e eu éramos amigos muito antes dele entrar pro RHCP, mas ele ficou diferente comigo quando ele estava um pouco louco então eu não senti pena que ele saiu. Eu também era bom amigo de Dave Navarro e ainda sou. John e Eu somos bons amigos novamente e ele é o motor que embalou Cali e BTW para tanto sucesso.

RHCP BR – O que você acha do trabalho solo de Frusciante?
Eu gosto alguns sons dele, mas a maior parte é muito abstrato e experimental — veja resposta #15 sobre meus gostos musicais.

RHCP BR – Como que é seu relacionamento com os outros integrantes? Você encontra Chad para um drink… John para uma sessão de yoga… Flea para uma conversação musical… etc?
BD: Nos somos todos amigos mas eles moram milhas longe de mim então geralmente só vejo todos nos shows

RHCP BR – Poderia escrever uma mensagem para os Brasileiros e todos os fãs do mundo?
BD: Continuem agitando e transmitindo o amor brasileiro pela vida e procurem sempre estar com felicidade

RHCP BR – Muito obrigado Blackie pela entrevista
BD: Ok, prazer!

Dois dias depois…

RHCP BR – Ok, não vou resistir. Alguma noticia quente sobre novo CD?
BD: Lamento, nada a dizer