Flea: “Você precisa se dedicar”, sobre o relacionamento criativo com Anthony

O Deus australiano do rock e baixista do Red Hot Chili Peppers nos explica como os conflitos com outros membros do grupo se tornam os grãos para o moinho criativo.

flea

Eles são a dupla mais infame do mundo rock’n’roll depois de Mick Jagger e Keith Richards: Anthony Kiedis e Michael “Flea” Balzary, os dois membros mais antigos do Red Hot Chili Peppers.

Juntos já venderam 80 milhões de álbuns nos últimos 33 anos e ganharam um lugar no Rock and Roll Hall of Fame. Claro que isso se trata de talento musical, mas ao longo dos anos também houve vários comportamentos autênticos de rock’n’roll.

A história da banda é composta por entradas e saídas de membros e – até o final dos anos 90 – cheia de publicidade e uso abusivo de drogas. Mas eles ainda estão na ativa. De algum jeito, apesar de tudo, a criatividade deles conseguiu sobreviver ao drama.

Como? De acordo com Flea, que agora está em seus 50 anos, depende de encarar, ao invés de evitar, os inevitáveis conflitos.

THE RED BULLETIN: Você e Anthony Kiedis possuem uma amizade de quase 40 anos e 33 anos de carreira. Vocês discutem?
Flea: O tempo todo! E sobre qualquer coisinha. Não sei se existe algo em que não discutimos.

Sério?
Claro. Mas eu admito que não discutimos agora do mesmo jeito que costumávamos no passado. Nos nossos 20 e poucos anos, sempre estávamos irritados um com o outro e ficávamos dias sem conversar. Agora somos mais sensatos. Não levamos mais as coisas para o lado pessoal, porque sabemos que estaremos um do lado do outro quando as coisas não estiverem legais.

Essas tensões não afetam a relação de trabalho?
Pelo contrário. Anthony e eu sentimos essa energia incrível desde que estamos criando músicas juntos, e acho que essa energia é baseada em frustração e raiva.

O que você quer dizer com isso?
É fácil falar algo para alguém sabendo que isso vai fazê-la feliz. Criticar um amigo não é uma coisa legal a se fazer, mas é a mais importante para que ambos possam seguir adiante.

O que é necessário para um relacionamento criativo ser produtivo?
Você precisa dar o seu melhor. Olhe as grandes duplas famosas. Lennon e McCartney, Jagger e Richards, por exemplo. Todos excêntricos individualmente, mas juntos criaram músicas incríveis.

Então se alguém quiser ser bem-sucedido, deve encontrar o seu oposto para trabalhar?
Exatamente isso. Encontre alguém para discutir ideias. E também é muito importante viver os contrastes. Você não pode se adequar ou se rebaixar se você quiser tirar o melhor de você e seu parceiro. Isso vai ficar chato bem rápido, como em um casamento.

Ok, mas como eu encontro o meu oposto?
Você não pode planejar isso. Você quer saber como eu conheci o Anthony? Em uma briga. Eu tinha 14 anos e estava enchendo de porrada um garoto chato da minha sala na escola. Anthony apareceu do nada e gritou para mim: “deixe o menino em paz! ”. Nós tivemos essa briga horrível que terminou com a gente se abraçando e sorrindo. E não muito depois, nos tornamos amigos.

Em sua autobiografia, Kiedis chama você de alma-gêmea. Como você vê essa amizade?
Do mesmo jeito. Nós passamos por muitas ‘primeiras vezes’ juntos: roubo, diversão com garotas, drogas. Quando estamos juntos há essa energia que faz tudo ser possível. Mas sendo honesto, eu nunca li o livro dele. Eu tinha medo.

Por quê?
Eu dei uma olhada algumas vezes. Teve alguns trechos que me deixou lisonjeado, mas teve outras partes que me deixou irritado. Tipo, “isso não é verdade de jeito nenhum!”. Todo mundo lembra das coisas de forma diferente, isso é verdade. Mas eu não queria que nossa amizade sofresse, como resultado.

Você se deparou com as passagens sobre sua irmã?
Você quer dizer de quando ele fez sexo com ela? Eu sabia de tudo isso. Eu estava no quarto ao lado naquela noite.

Algumas amizades masculinas terminaram por muito menos…
Se minha irmã está transando com alguém, então que essa pessoa seja meu melhor amigo. Na verdade, eu fiquei feliz que ela tenha gostado dele tanto quanto eu.

Créditos: Red Bulletin
Tradução: Amanda Olivieri